Notícias

O Poder de Acreditar no Inimaginável

2019-12-17
O Poder de Acreditar no Inimaginável

No âmbito do plano de atividades calendarizado para o Advento, os grupos dos 4 e 5 anos do Pré-escolar e as turmas do 1.º CEB deslocaram-se ao EUROPARQUE, em Santa Maria da Feira, esta terça-feira, último dia de aulas antes da interrupção letiva do Natal, para assistir ao espetáculo interativo “A Fábrica do Nicolau”. 

 

No âmbito do plano de atividades calendarizado para o Advento, os grupos dos 4 e 5 anos do Pré-escolar e as turmas do 1.º CEB deslocaram-se ao EUROPARQUE, em Santa Maria da Feira, esta terça-feira, último dia de aulas antes da interrupção letiva do Natal, para assistir ao espetáculo interativo “A Fábrica do Nicolau”. 

 

Uma obra com encenação de Sissi Martins, texto de Ana Lázaro e música de Artur Guimarães, inspirada no imaginário da Disney, e protagonizada por algumas das mais conhecidas figuras do teatro musical em Portugal, entre as quais Maria Lalande, Pessoa Júnior, Carlos Martins e o humorista Pedro Luzindro, este último guionista do talk-show “5 Para a Meia Noite” e ator residente do programa “Donos Disto Tudo”, ambos da RTP1.

 

O espetáculo, com a assinatura da Elenco Produções, apresenta-nos um enredo denso, embora acessível, repleto de sentimentos e muitas reflexões, resultado de uma simbiose perfeita entre os sonhos das crianças e as memórias dos mais crescidos, cuja verdadeira magia reside no amor e na partilha de uma mensagem maior do que todos nós: o poder de acreditar no inimaginável!

 

Tudo se passa num prédio, igual a tantos outros de uma grande cidade, repleto de janelas, portas e pessoas, cuja vidas escondem histórias incríveis, nas quais à partida ninguém poderia acreditar, principalmente na do Sr. Nicolau. Um homem solitário e de poucas conversas, do qual pouco se sabe, a não ser que é reformado e dono de uma antiga fábrica da qual não se conhece muito bem o seu propósito, mas que guarda uma série de cartas oriundas de vários locais. Pelo menos, até ao dia em que dois dos seus vizinhos mais novos, Igo e Natasha, e o lagarto Fera, que se acha um dinossauro, decidem perceber o motivo porque o velho Nicolau recebe tanta correspondência. Investigação que, eventualmente, levá-los-á às instalações da antiga fábrica de brinquedos, onde mais mistérios são desvendados.

 

O recado é simples: tornar o Natal um ritual familiar, valorizando a comunicação entre as pessoas, a capacidade de “sonhar” com coisas incríveis, em detrimento do isolamento e decadência gerados pelas novas tecnologias e a realidade virtual.

 

Fotografias:

 

           

           

       


Voltar »